Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

meu Sketch Book

Olá! bem hoje vou mostrar meus sketch book, fiz ele a pouco tempo, a uns 2 meses, e o conclui ontem, não é nada incrível, são experimentos e ideias, e alguns estudos, foi meu primeiro sketch book e foi muito divertido faze-lo, o próximo será um que eu mesmo costurei, e é bem pequeno, não gosto da ideia de ter um sketch book enorme e um dia não terminá-lo, e sendo pequeno sinto vontade de conclui-lo logo, o que me ajuda a não parar de praticar até que ele esteja pronto, espero que gostem, e fica a dica, faça um Sketch Book ajuda muito e guarda bem todos os seus exercícios.


por enquanto é só Valewws!! o/

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

desenhos de novembro, O caçador de pesadelos, o que o mangá make representa para mim.

    olá, mais uma vez  de volta, caramba.. já estamos no fim de novembro e o ano começa a se despedir. posso dizer que este ano foi um ano bom proveitoso para mim em vários sentidos, meu traço evoluiu minha vida social está bem, não tive grandes problemas este ano. em resumo um ano muito bom! mas não vou postar uma mensagem de fim de ano ainda, vou preparar algo melhor depois!
este ano iniciei um projeto novo de quadrinhos o caçador de pesadelos, e tenho trabalhado nele desde então. já tenho a linha da historia definida e inclusive um storyboard que não sei se será o definitivo... o fato é que tenho um grande carinho por essa obra e não quero fazer uma coisa mal feita, pretendo fazer algo decente, e ainda não em sinto preparado o bastante... enquanto a ideia evoluiu em vários aspectos meu         traço acompanha esta evolução. tenho treinado muito principalmente agora que estou sem emprego fixo, mas já prevejo certas dificuldades no ano que vem já que vai ser um ano de trabalho duro.
   estive refletindo sobre o este blog e vendo o que ele representa para mim. este é um marcador de tempo, um modo que posso ver a minha evolução criativa, o blog começou imaturo, com postagens ruins (não que agora sejam boas) mas optei por não deletar nenhuma, preciso delas para olhar para trás e ver que eu mudei, estou mais maduro agora, tanto pessoalmente como artista, não sei quem lê este blog e provavelmente ele não tem um publico fixo, mas não tem problema, este é o meu blog, o meu diário pessoal, e onde eu posso observar o meu crescimento, e aprender com os meus erros e saber que eu não sou nem tão bom e nem tão ruim quanto penso.

   pra terminar ai estão alguns desenhos recentes, estou praticando pintura nesses dias, pinturas de rostos semi-realistas e tenho dificuldades de pintar nariz, e o que mais admiro em uma pintura semi realista é como o nariz é pintado, ainda não tenho técnica suficiente mais um dia chego lá.




e também tem este vídeo que fiz com algumas etapas do processo de pintura

por enquanto é isso e até a próxima!!!

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Entrevistando Wal Souza, Um talento nacional.

Olá Galera eis me aqui de novo, venho para trazer a vocês uma entrevista bacana, com Wal Souza autor de vários trabalhos de qualidade, que muitos conheceram no ótimo site desenhe e publique mangá, decidi fazer a entrevista por ter muita gente começando agora, e eu, como sou das antigas (2000) lembro que foi uma época memorável, onde vi artistas aparecerem evoluírem, alguns se profissionalizarem, e outros morrerem na praia.e um deles foi o Wal que apesar das dificuldades, com 31 anos, continua firme em busca de seu sonho.

Bom Chega de papo furado, hoje vou falar com ele, o criador de Demon Hammer, o talentoso artista nacional Wal Souza!e ai Wal como estas?

W: Tudo bem. E você?

J:cara eu estou com sono, mas to bem, primeiramente, obrigado por aceitar a entrevista!

W:Ótimo. Mas o prazer é todo meu.

J: bem, vamos começar do inicio, quando o mundo era sem forma e vazio, (não tão no inicio...) quando
você começou a se interessar pelo que faz?

W: hahhahaha. meu pai era açougueiro e gostava de umas biritas. ele tinha uma cargueira que usava no trabalho e muitas vezes me levava com ele e íamos a lugares que frequentava. todos me tratavam bem e me davam brinquedos. mas um em especial havia um homem chamado joão. ele sabia desenhar e me deu a primeira hq da minha vida. também fazia vários desenhos e me dava. e como sempre gostei de desenhos da tv como he-man, thundercats e etc... tentava copiá-lo. sem contar qmeu pai desenhava uma "ema" muito loka pra mim. era sempre a mesma mas... achava sensacional. e na boa, ainda acho. aí fui, fui e.,.. "io". hahahhaha

J:HÁHÁ, então foi um João que te influenciou? mas a partir de que idade você começou a perceber que poderia levar o desenho mais a sério?

W:isso já foi estranho. nunca fui muito bom em muitas coisas e, já tinha me acostumado a ser ou fazer qualquer coisa. desenhos eram escape. mas uma vez a realidade se fez presente. um dia não tinha comida e, vi que não poderia ficar na sacanagem pra sempre. arranjei emprego de entregador de água mineral e gás. mas não ajudava em quase nada. então vendo meus veios cada vez mais veios, percebi que mesmo em um emprego sério, não ajeitaria a situação. então pensei em tentar algo com desenhos (mesmo fazendo coisas muito fracas).

J:então desde sempre você pensou no desenho como uma forma de ganhar dinheiro?

W:não. só pensei nesse momento na possibilidade. não tinha nada q me destacasse. nem emprego de supermercado conseguia já que não tinha acabado o ensino médio.

J:quando começou a produzir quadrinhos/ mangá? e por que?

W:comecei no ano de 2001, ou 2002... por ai. apareceu um evento de cultura japonesa aqui em Belém chamado Otaku no matsuri. nele tinha um concurso de fanzine
então meu amigo eliton (bob)
me falou e
oensei em participar. minha meta não era ganhar e sim. saber se poderia fazer uma hq.
e fiz "coração duplo"
e fiz para duas coisas
1
testar minha dúvida
2
se gostassem, poderia tentar algo com isso e ganhar dinheiro

J:interessante, e o que aconteceu?

W:ganhei o concurso de hq e segundo lugar em ilustração. foi algo muito foda mas... a premiação não era dinheiro e sim, presentes como um encadernado do angelic layer original em japa para o primeiro em hq (coisa sensacional no tempo) e um livro de cartões postais de love hina. vendi a 20 conto no dia. mas, meus pais não ligaram. é a vida...

J:O reconhecimento dos pais era importante para você?

W:sim e não. nunca precisei que me apoiassem em nada. mas queria que entendessem que era aquilo que queria e não era tão fácil ou besta como a maioria imaginava. tenho um lema que sigo a risca "quer ajudar? aceto e agradeço. não quer ajudar? tudo bem, apenas não atrapalhe."
e eles não me atrapalharam mas... me preocupava não responder a nada do que queriam de mim que fizesse algo acontecer afinal sei que não poderiam fazer muito a mais do que fizeram era minha obrigação e, ainda é.
me frustava ser inútil... e era mesmo.

J:atualmente você usa o desenho para o que?

W:desenho... é algo especial. antes era diversão. depois virou escape. logo apos um tipo de obsessão seguida de satisfação, insatisfação, frustração, exigência e esperança.
hoje é exatamente isso
esperança de ter sonhos e conquistas realizados.
e os uso para isso.

J:o seu atual projeto é o mangá Doze, fale sobre ele brevemente

W: Doze conta a estória de uma garota com esse nome. simpática, alegre mas individualista, mesquinha, irritante, e pagando de gostosa (nem é isso tudo de longe). mas ela vive em um mundo onde quem tem poder financeiro ou, "natural" manda em tudo onde a lei do mais forte é a regra geral mesmo parecendo fraca e só idiota, ela tem algo de especial é uma detentora de poderes da classe chamada Demonantes seres vistos com maus olhos por todos e se não fosse o bastante ela tem algo pior "o olho do diabo" o mais forte e pior poder que alguém poderia ter nesse mundo então mesmo não querendo se meter em confusões, sempre esta no meio ai... a porra fica séria.

J:o que você acha do Brasil como mercado de quadrinhos atualmente?

W: uma bem vinda abundância de artistas. gente produzindo e mostrando trabalho uma boa forma de mostrar isso a quem edita as paradas mas... a maioria ainda esta verde porém daqui a algum tempo. será diferente acredito nisso.

J:qual a área que te da mais trabalho na produção de Mangá?

W:roteiro. não sou um roteirista e sim, um desenhista. mas, tenho de mudar isso porque não posso depender ninguém. até posso mas ainda não vi nada que interessasse então estudo isso por conta própria.

J:já fez algum curso que te ajudou a aprender algo sobre desenho?

W:uma vez fiz em um colégio perto de casa. mas era limitado... coisas de governo... fora isso não.

J:para terminar: existe data de lançamento de algum projeto? deixe uma mensagem para a galera que está junto com a gente nessa caminhada árdua rumo a construção de um mercado de qualidade com quadrinhos nacionais que façam sucesso.

W:sim. existe uma data. na verdade será uma coisa em primeira mão.
21 de dezembro de 2013 lançamento do capitulo 1 de XII-DOZE agora o q posso dizer a galera é o seguinte:
ninguém precisa ser fodão para fazer uma hq precisa apenas fazer algo divertido não importa o gênero apenas seja divertido.porém tentar apresentar um trabalho sempre melhor possível é muito válido estudem estudem muito mesmo parecendo balela.... se mostrará verdade. mas se posso dizer algo realmente legal
"não procurem serem bons... sejam fodas!"

J:então é isso, espero ansioso o lançamento de Doze, obrigado pelas palavras Wal e boa sorte no trabalho duro!!

W:Eu que agradeço o espaço.Leiam Doze. mesmo que achem chato ou besta leiam garanto q ao menos nas doidices não decepcionarei então Cowboys... nos vemos no faroeste envenenado da Dozinha. Danger... Míssil! corta

E agora fiquem com uma amostra do trabalho do Wal:
o Demon hammer você encontra aqui : aqui


é isso ai galerinha, temos artistas muito talentosos nas nossas terras, precisamos nos moldar, aprender e com certeza, um dia alcançaremos os nossos objetivos, ou almenos prepararemos o terreno para as próximas gerações, obrigado a quem leu!!

olá, desenhos novos.

Bem, final de 2013, esse ano eu não postei quase nada né? um dos motivos foi eu perceber que o facebook se popularizou muito, e a galera não anda dando muita bola a blogs que não sejam de tirinhas ou curiosidades, mas dane-se né? ninguém quer saber disso.

este ano foi um ano tipo WOUH! minha vida deu uma reviravolta, 20 anos agora, tenho uma namorada (Weee!) evolui pra cacete, quem não acredita que se dane também ( to revolts :p) mas sério, acho que agora sim posso tocar meus projetos, tenho muitas ideias, mas nos últimos dois dias tenho estado bloqueado, mas espero que eu esteja com a minha criatividade em alta de novo logo.

aproveitando esse post quero falar de um balaio de gato que ta na minha cabeça, tenho 4 historias com roteiro pronto, pretendo fazer para tocar um projeto, não quero participar desses concursos internacionais, talvez o da JBC, mas não tenho tanto interesse no mercado de fora, a questão é... que eu estou verdadeiramente indeciso. alguém ai já esteve em uma situação dessa? tem algo que quero muito fazer que é vagrant, mas é shounem comum demais, quero algo mais inovador, por isso em uma conversa com meu amigo Wal Sousa, eu cheguei  a conclusão de que provavelmente vou usar uma ideia recente, O caçador de pesadelos ( nome provisório) é um mangá de luta convencional, mas tem umas pegadas meio adultas pelo terror e violência, mas pretendo colocar muita comedia, quero uma historia leve, mas violenta na hora da ação. Bom é isso aqui está previa do que pode ser os personagens principais.:


terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

desenho do mangá Vagrant

olá galera, boa noite aqui quem vos fala é João Henrique, venho cogitando novamente sobre o mangá uroboros, aquele que publiquei  a muito no DP zine, que contava a historia de Reiko, um jovem que vive num mundo onde existem artefatos capazes de manifestar a verdadeira forma do espirito em um objeto, então... eu venho refazendo essa historia ao longo dos anos e agora ela se chama vagrant, em muito mudei e todos os personagens refiz, mas o plano de fundo ainda é o mesmo, mas creio que agora a minha competência  como desenhista tenha crescido ( evolui mas não sei se o bastante) a ponto de conseguir levar a historia adiante... entao este é o novo personagem Reiko, refiz o design e deixei ele mais moleque, ele usa uma camiseta mas nesta ilustração ele está sem ela:


espero que gostem, pois se sair mangá por aqui esse sera o personagem principal... lembram de como ele era?

mudou completamente né? me dissera que eu copiei um personagem de blazer drive... deve ter sido isso...mas gosto mais do novo Reiko, ele ficou com cara de selvagem ...

bom pessoal  é isso, se sair mangá por aqui provavelmente sera Vagrant. aguardem!! boa noite e até a proxima

sábado, 19 de janeiro de 2013

homenagem ao meu amor!

resolvi fazer um retrato meu e da minha amada em estilo mangá, e gostei bastante do resultado, se quiser encomendar algo do tipo, aceito pedidos, é só entrar em contato: joaohenriquejg@hotmail.com.
 ai vai:


fiz de improviso, mas ficou bom eu acho, espero que gostem, e não é que to postando bastante O.O
fui até o prózimo!!

desenho quentinho!

é isso ai acabei de terminar este desenho, que se chama batle for life. gostei dele, minhas skills no paint tool sai tem melhorado gradativamente, foi um desenho divertido, usei bastante a varinha magica e a ferramenta de seleção.

por enquanto é só, espero que gostem!